Área Restrita

Notícias do Site:

CLIC :---------->   Ofertas da Semana!      @ Ultimas Noticias     
00:00:00

Cidade de Tubarão

Tubarão é um município brasileiro do sul do estado de Santa Catarina, sua população total observada no último recenseamento realizado em 2010 foi de 97.281 habitantes, mostrando assim um aumento populacional de 9,96% em relação ao censo anterior.

 

O nome da cidade deve-se ao rio Tubarão, que em tupi-guarani era chamado Tubá-Nharô, "pai feroz". Outra versão corrente relaciona ainda este nome com o de um cacique muito influente que habitava a região. Não se relaciona, de toda forma, ao peixe homônimo.

 

Enchente 1974 Uma multidão espreitava nas margens do rio, que subia rapidamente. Por volta das 18 horas, a ponte pênsil foi tragada, e a partir daquele momento as águas invadiram o centro comercial. O bairro Oficinas e a margem esquerda foram tomados pela água, em níveis variando de 20 centímetros a 1 metro. O comandante da 3º cia. proibiu a Rádio Tubá de dar notícias sobre a enchente, alegando que a emissora estaria promovendo sensacionalismo, transmitindo pânico à população. Com isso a população ficou desorientada e desinformada.

 

No dia 24 de março os bairros continuavam alagados, mas o nível do rio estava estabilizado. No fim da tarde a chuva voltou com a mesma intensidade da noite anterior. A noite de domingo foi dramática para os moradores das áreas pouco inundadas na noite de sábado, que sentiram repentinamente a água invadindo suas casas e crescendo com forte correnteza. Muitos dormiam e acordaram com os pés na água. Muitos subiram para o forro da casa, e deste para o telhado. Alguns na tentativa de se salvar, morreram, e outros foram levados juntos com sua casa. Às 9 horas, apagaram-se as luzes, os telefones já estavam mudos. A cidade ficou sem comunicação, isolada. Ao clarear do dia de segunda-feira, a chuva continuava intensa. Um único helicóptero fazia o trabalho de salvamento. Sobrevoava as casas, cujos telhados apareciam, e nos quais se agitavam, desesperadamente, panos de todas as cores.

 

As residências no morro da catedral recebiam toda a espécie de flagelados em desespero. Não havia alimentos para todos, por isso aconteceu um saque aos Supermercados Angeloni e Cobal.

 

No Colégio Gallotti, um grupo de professores se organizou e se dirigiu ao vizinho supermercado Carradore (que não existe mais) e requisitaram alimentos para os refugiados daquele estabelecimento de ensino.

 

No dia 27 de março o sol despertou radiante. As águas do rio Tubarão começaram a baixar deixando atrás de si uma impressionante camada de lama que variava de 30 centimetros a 1,20 metro. As ruas se apresentavam com enormes buracos, entulhados de lama, madeiras e restos do material das casas demolidas. Entre as informações desencontradas, oficialmente são registradas 199 mortes

 

Economia Tubarão destaca-se por ser o segundo centro comercial do sul do estado, principalmente na área de cerâmica. Destaque também para o turismo, centrado em suas estâncias hidrominerais. Tubarão é importante pólo comercial da região e foi durante muitos anos sede da EFDTC. (Em 1884, concluiu-se a Estrada de Ferro Dona Teresa Cristina, pioneira na então Província de Santa Catarina, com a extensão de 112 km, originária de uma concessão obtida pelo Visconde de Barbacena, com o objetivo de transportar o carvão de pedra das minas para o Porto de Imbituba). Atualmente a ferrovia não conta mais com a importância do passado, mas apresenta grande valor na cultura local. Em função dos anos em que era a principal forma de transporte da região, foi fundado um museu ferroviário que possui até locomotivas produzidas desde o século XIX.

 

Turismo Tubarão tem uma boa infra-estrutura urbana e seu potencial turístico concentra-se nas águas termais, canalizadas para confortáveis hotéis e no meio rural, com destaque para a localidade de Rio do Pouso, onde pode-se passar agradáveis horas em contato com a natureza e com a cultura e culinária do local. Pólo de integração da região, oferece passeios turísticos mensais nas locomotivas Maria-Fumaça pela Ferrovia Teresa Cristina, ligando as cidades de Imbituba, Laguna, Criciúma e Urussanga. O percurso liga estas cidades às praias, à subida da Serra do Rio do Rastro, aos monumentos históricos e às tradições das etnias que ajudaram a povoar a região. É mantida pela Rede Ferroviária Federal. A ferrovia, situada entre a serra e o mar, às margens do rio Tubarão, tem como um dos seus atrativos as inúmeras pontes. Conheça a Praça Dona Thereza Christina, inaugurada em 1884, por ocasião do Centenário da Ferrovia do mesmo nome, a ponte pênsil localizada em frente à Universidade e o Centro Municipal de Cultura, que agrega um museu em homenagem a um dos maiores pintores catarinenses: Willy Zumblick, além de exposições paralelas, aulas de artes plásticas e cênicas e uma galeria dedicada à história do município.

 

Serviços Tubarão é um polo comercial com mais de 1.700 lojas, a cidade possui um amplo comércio que atendem vários municípios da região, totalizando uma população de 350 mil pessoas.

 

.Educação - Sendo Tubarão um pólo de convergência de todas as vias de comunicação, motivou a formação de um centro estudantil que atende uma clientela da região, que necessite frequentar cursos mais elevados. Na década de 1930 sobressaiam o Colégio São José (1895) e o Grupo Escolar Hercílio Luz (1920) , na década de 1940, o Ginásio Sagrado Coração de Jesus, depois Colégio Dehon e na década de 1950, a Escola Técnica do Comércio, cuja Congregação idealizou e implantou o ensino superior, origem da Unisul.

 

Biblioteca Pública - Em 1941 o prefeito Marcolino Martins Cabral decretou a criação da Biblioteca Olavo Bilac.

 

Instalada na sede da Prefeitura, teve vida itinerante. Passou por percalços e desleixos. Sua maior perda porém ocorreu no ano de 1974, quando ocorreu a famosa enchente, que arrasou a cidade e destruiu também grande parte do acervo, que jamais foi recuperado.

 

Atualmente a biblioteca pública está instalada junto ao museu Walter Zumblick, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas.

 

Catedral A catedral está erguida no ponto mais alto da cidade. Ao seu lado está a "Torre da Gratidão", monumento em homenagem as pessoas que contribuíram com a reconstrução da cidade após a grande enchente de 1974. Com amplo espaço, construção arrojada e moderna, a catedral é uma visita obrigatória.

 

Esportes Durante muitos anos, Tubarão teve o domínio no futebol do Sul do estado de Santa Catarina, com destaque para o Hercílio Luz Futebol Clube, agremiação mais antiga da região, fundada a 22 de dezembro de 1918. O time colorado, conhecido por "Leão do Sul", conquistou por duas vezes o campeonato estadual (1957 e 1958) e foi a primeira agremiação barriga-verde a disputar uma competição nacional oficial da CBD, a Taça Brasil, em 1958.

 

Hoje o clube se encontra licenciado no futebol, mas continua trabalhando administrativamente para que possa disputar novamente jogos de futebol.

 

- Em maio de 2012, o tubaronense Felipe Costa da Silva, de 23 anos, conquistou o primeiro lugar no Ironman Brasil de triatlo, realizado em Florianópolis, na categoria 18-24 anos, com o tempo de 9h23min. Junto com a premiação, Felipe qualificou-se para a final mundial do Ironman World Championship no distrito de Kona, no Havaí, Estados Unidos.