Área Restrita

Notícias do Site:

CLIC :---------->   Ofertas da Semana!      @ Ultimas Noticias     
00:00:00

08/03 - Trânsito causa transtornos nas mediações da Unisul « voltar


Data: 08/03/2017
Local:


Lysiê Santos
Tubarão

Com o retorno de milhares de alunos à Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), em Tubarão, um problema também volta: o trânsito. Diariamente, após as 18 horas, o fluxo de veículos aumenta nas vias de acesso à universidade causando filas e transtornos aos acadêmicos, professores, funcionários e comunidade que reside nas imediações da instituição.

A falta de opções para estacionamento gera irregularidades e estresse aos condutores que ficam vários minutos na fila. Outro problema é a circulação e estacionamento dos ônibus escolares que transportam os alunos de outros municípios.

O motorista de São Ludgero Tarciso Formentin Zampareti atua há oito anos na profissão junto à prefeitura. Ele afirma que o trânsito está cada vez pior. “Está um caos. Os alunos chegam atrasados na aula por problemas de congestionamento. As ruas são apertadas. De um lado os veículos estacionados, no outro os carros e temos que passar com o ônibus no meio cuidando para não bater em ninguém, sem falar nos estudantes, que ficam aglomerados em frente aos bares, que também atrapalha o fluxo. Está complicado!”, desabafa o motorista.

Para piorar a situação, o espaço reservado da Unisul onde ficavam estacionados os ônibus, agora vem sendo disputado com os automóveis. Com a interdição da ponte pênsil em frente à unidade educacional – que proporcionava a travessia de centenas de estudantes -, a demanda de veículos aumentou. “Este ano aumentou o fluxo de alunos que utilizam veículos para chegar à universidade, já que a ponte está fechada. O que reduz as vagas de estacionamentos. A Unisul não tem como garantir o estacionamento a todos, mas disponibiliza o espaço aos veículos de motoristas que utilizam a universidade”, afirma a assessoria da Unisul.

Fiscalização deve ser ampliada
Para coibir as irregularidades no trânsito em torno da Unisul, o departamento de trânsito de Tubarão pretende aumentar a fiscalização no local por meio da guarda municipal. De acordo com o coordenador de trânsito Dionísio Quadros, o departamento tem consciência do impasse e afirma que um estudo precisa ser elaborado para buscar soluções. “Vamos tentar amenizar o problema com a atuação da guarda municipal. Porém, ainda não há uma solução para o local onde acontece uma grande concentração de veículos em um curto espaço de tempo”, avalia.
O comandante do 5° Batalhão da Polícia Militar de Tubarão, tenente-coronel Heder Martins, afirma, de forma genérica, que é evidente o desrespeito dos motoristas no entorno da Unisul, vez que a região é repleta de sinalização de trânsito. “Vai ser feita uma fiscalização intensa por parte da PM com a consequente aplicação das medidas de trânsito cabíveis a quem desrespeitar as placas de regulamentação de estacionamento”, avisa o comandante.

Estudo faz parte de Plano Diretor da Unisul
Atentos aos transtornos do trânsito em suas mediações, o curso de Arquitetura e Urbanismo da Unisul elaborou um estudo incluído no Plano Diretor de Desenvolvimento do Campus. De acordo com o coordenador do curso, o arquiteto Rodrigo Althoff Medeiros, o estudo foi feito há seis anos e apresentado aos gestores do município. Uma das alternativas seria incluir sistemas binários na rua Padre Dionísio da Cunha Laudt, no bairro Dehon. “O estudo está pronto e pode ser viabilizado. O trânsito é uma preocupação diária da Unisul, pois causa atrasos dos alunos e prejudica a comunidade”, pontua. Segundo ele, a universidade fica à disposição da prefeitura para adequar este planejamento e implantar as alterações nas vias para dar celeridade ao trânsito.

O sistema binário
Consiste em transformar vias paralelas de mão dupla em ruas com um só sentido. É visto como solução para dar mais fluidez ao tráfego de vias rápidas e muito movimentadas

NOTISUL