Área Restrita

Notícias do Site:

CLIC :---------->   Ofertas da Semana!      @ Ultimas Noticias     
00:00:00

08/04 - Onze pessoas são indiciadas por morte durante racha « voltar


Data: 08/04/2017
Local:


Após seis meses de investigação, 11 pessoas foram indiciadas pela morte de adolescente Igor Honorado Michels, 15 anos. O garoto morreu no dia 15 de outubro do ano passado, durante disputa de racha na SC-370, entre Grão-Pará e Braço do Norte. Igor pilotava uma das motocicletas, quando colidiu brutalmente contra a traseira de um veículo. 
 
De acordo com o responsável pela Delegacia de Grão-Pará, Alexandre Martimiano, a investigação iniciou após os fatos, quando se buscou identificar quem seriam os motociclistas envolvidos e o que teria ocorrido para terminar com um acidente fatal. Durante as diligências, descobriu-se que havia ocorrido uma disputa de racha entre sete motociclistas. 

Na disputa, os envolvidos alternavam-se em uma corrida em altíssima velocidade, colocando em risco a vida de diversos pedestres e motoristas que utilizavam aquela via, com ultrapassagens e manobras imprudentes em curvas e pela contramão, segundo aponta o inquérito. 

Durante a disputa, conforme inquérito concluído na sexta-feira, em uma das curvas, três das sete motocicletas estavam emparelhadas, quando se depararam com um veículo. Então, o adolescente de 15 anos colidiu no carro e morreu ainda no local do acidente. Em seguida, antes que a Polícia Rodoviária Estadual chegasse ao local, a motocicleta da vítima foi retirada de onde estava pelos demais motociclistas. 

“Conforme íamos interrogando, os fatos eram elucidados e os envolvidos apontados”, fala Alexandre. Ao final da investigação, a Polícia Civil identificou todos os envolvidos no acidente e, comprovou a prática ilícita de disputa de racha, indiciando 11 pessoas, destes cinco maiores de idade e seis adolescentes.

Pena

A pena para quem pratica disputa de racha e, desta resultar morte, é de cinco a dez anos de reclusão, de acordo com o artigo 308 § 2º do Código de Trânsito Brasileiro. “Que sirva de alerta. Racha é um crime que pode tirar a vida de inocentes. Agradecemos a comunidade, que tem feito denúncias, e as câmeras de videomonitoramento têm nos auxiliado neste trabalho”, analisa Alexandre.

DS