Área Restrita

Notícias do Site:

CLIC :---------->   Ofertas da Semana!      @ Ultimas Noticias     
00:00:00

15/03 - Cem anos de histórias e momentos « voltar


Data: 15/03/2017
Local:


Nascida em 11 de março de 1917, Malvina de Farias Vieira completou 100 anos de histórias e momentos. A tubaronense, que sempre morou no Km 60, vivenciou toda a transformação da Cidade Azul.

Malvina era a mais nova de 11 irmãos e sempre cuidou dos pais, casando-se apenas aos 60 anos. “A mãe casou tarde, porque precisou cuidar dos próprios pais. Ela foi se casar apenas aos 60 anos e me adotou aos 63. Eu era um bebê e tinha 18 horas de vida quando ela me pegou”, conta a única filha de Malvina, Carmelita de Farias Vieira.

Segundo Carmelita, a mãe está bem de saúde, mas aos poucos está perdendo a lucidez. “Mas ela sempre contou fatos do passado. Era da época em que não havia energia elétrica, banheiro, andava somente a pé e ainda havia resquício da escravidão. E ela passou por toda essa transformação na cidade”, ressalta a filha. 

Na enchente de 1974, conta ela, a casa em que Malvina mora foi o único lugar aonde a água não chegou. “A mãe perdeu muitos amigos na enchente. A água chegou no muro da nossa casa e atingiu fortemente todas as outras que ficavam ao redor.”

Além disso, afirma Carmelita, quando está lúcida dona Malvina ainda lembra de alguns fatos do passado. “A mãe trabalhou muito na roça, praticamente a vida toda, e sempre se alimentou bem. Talvez por isso tenha conseguido chegar aos 100 anos com saúde”, acrescenta Carmelita, que revela que a mãe é fissurada por doces.

Dona Malvina é viúva há três anos. O marido faleceu aos 80 anos. “O pai era bem mais novo que a mãe. Agradeço por ter a oportunidade de cuidar dela, já que ela um dia foi quem cuidou de mim”, diz a filha

DS