Área Restrita

Notícias do Site:

CLIC :---------->   Ofertas da Semana!      @ Ultimas Noticias     
00:00:00

22/02 -- TUBARÃO - Sem rede elétrica, salas de aula ficam fechadas « voltar


Data: 22/02/2017
Local:


Quando foram assegurados recursos do Ministério da Educação para uma ampliação no Cedup Diomício Freitas, de Tubarão, em 2011, foi comemorada a possibilidade de aumentar o número de vagas em 30% na escola, que oferece ensino médio e ensino técnico. Hoje, seis anos depois, embora a nova ala esteja quase finalizada, está fechada e parada.

Segundo o atual diretor da instituição, João Batista, o que impede no momento o andamento do projeto para que as 14 salas de aula e oito laboratórios novos (mas fechados) possam ser utilizados é a necessidade de um projeto de instalação de rede elétrica. 

“Foi necessário fazer o projeto elétrico, pois este não estava previsto no projeto original. Esse novo projeto está concluído, e, no momento, estamos aguardando os orçamentos reformulados, pois ficaram defasados, para enviar toda essa documentação à Secretaria Estadual de Educação”, afirma. 

Conforme o diretor, hoje novos cursos deixam de ser ofertados em função das salas paradas. “Desejamos muito ter esse espaço finalizado, pois vamos poder abrir novos cursos, ampliar as vagas e contar com uma estrutura melhor”, completa. 

Enquanto isso não acontece, as novas salas correm o risco de se deteriorar. Em alguns locais a pintura já está descascada e, segundo alunos, há infiltrações em alguns locais. 

Depois de finalizado o projeto da rede elétrica, será preciso ainda mobilizar e equipar as salas. “Já temos projeto, por exemplo, para a compra de condicionadores de ar, com recursos do Ministério da Educação. Mas é preciso uma etapa por vez. O foco agora é a rede elétrica”, comenta João Batista. O Cedup de Tubarão atende hoje mais de mil alunos em suas instalações. 

Em Rio Fortuna, também há problemas no Cedup, que também tem uma obra parada. No local, muito mato e abandono. Os trabalhos foram paralisados em 2016 e mais de R$ 7 milhões já haviam sido investidos. Hoje, há um processo de licitação em andamento para dar sequência aos trabalhos.


O que diz o Estado

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Educação, o projeto elétrico realmente não constava no projeto original da obra de ampliação do Cedup Tubarão, e hoje está sendo finalizado pela Agência de Desenvolvimento Regional. Após a finalização, a secretaria vai analisar os documentos enviados e, caso tudo seja aprovado, efetivar a licitação para a realização da parte elétrica.

DS