Área Restrita

Notícias do Site:

CLIC :---------->   Ofertas da Semana!      @ Ultimas Noticias     
00:00:00

22/03 -- Posto ganha porta de segurança após assaltos « voltar


Data: 22/03/2017
Local:


Tubarão e a região têm presenciado nos últimos meses uma onda de assaltos. Entre os alvos, os postos de combustíveis. Cansado dessa situação, Ageu Luiz Machado, proprietário do Posto São Francisco, instalou uma porta giratória, semelhante àquelas de agências bancárias.

Ageu explica que o posto de combustível, localizado no bairro Oficinas, está sob seu comando há pouco mais de um ano. Nesse período, o estabelecimento foi alvo de ladrões pelo menos sete vezes. “Cansamos de tanta insegurança. O valor que pagamos pela porta não é um terço do que já nos foi levado pelos criminosos”, explica o empresário, e completa que a porta lhe custou cerca de R$ 14 mil.

A ideia da porta, segundo Ageu, não foi colocada em prática apenas para coibir os assaltos. “Também precisamos zelar pela segurança dos funcionários e nossos clientes. Teve vezes que os ladrões, durante o crime, fizeram as pessoas que estavam no posto se deitarem no chão. Não queremos mais que isso aconteça”, desabafa. 

A novidade, segundo ele, tem sido aprovada pelas pessoas que frequentam o posto. “Não culpo a polícia e nenhum órgão de segurança pelo que está ocorrendo. Mas nós precisávamos de uma solução urgente. Não foi um gasto, foi um investimento. É uma situação complicada e precisamos achar uma maneira de frear estes crimes”, considera. 

Ainda em Tubarão, algumas lojas também alvo de assaltos constantes fizeram o mesmo investimento. O estilo da porta de segurança segue a mesma linha das instaladas em bancos. Conforme estatísticas da Febraban, o número de assaltos caiu de 1.903 em 2000 para 369 em 2010, após a instalação das portas.


PM realiza estudo para medidas

Ciente da situação na região, assim que assumiu o comando do 5º Batalhão da Polícia Militar, há uma semana, o tenente-coronel Silvio Roberto Lisboa começou a analisar uma maneira de combater a onda de assaltos. Lisboa reafirma a meta de reunir donos de estabelecimentos para discutir a situação. 

Segundo ele, a reunião ainda não foi agendada, mas ocorrerá em breve. “Essa reunião ocorrerá logo depois de concluído um estudo feito internamente acerca do perfil dos estabelecimentos, bem como uma análise do modus operandi dos criminosos. O objetivo é apresentar soluções mais concretas aos empresários e à população”, destaca o comandante.

DS