Área Restrita

Notícias do Site:

CLIC :---------->   Ofertas da Semana!      @ Ultimas Noticias     
00:00:00

Apae já está apta para gerir Área Azul « voltar


Data: 02/11/2018
Local:


A diretoria da Apae de Tubarão já está de posse do documento que a autoriza a contratar e gerenciar o sistema de estacionamento rotativo do município. O termo foi entregue à entidade pelo prefeito Joares Ponticelli, na tarde dessa quinta-feira, durante solenidade realizada no Paço Municipal.

O prefeito lançou à Apae o desafio de colocar o novo sistema em funcionamento até o dia 1º de dezembro, já que o horário especial de Natal inicia em 5 de dezembro. Para o presidente da CDL, Harrison Marcon Cachoeira, a adoção do sistema de estacionamento rotativo é uma grande vitória. “O comércio vai ser muito beneficiado se o estacionamento rotativo estiver em pleno funcionamento no período de Natal. Estamos aguardando ansiosamente pela implantação e não tenho dúvidas de que o impacto na receita do comércio será enorme, com projeção de crescimento nas vendas em comparação ao ano passado”, avalia Harrison.

A permissão foi concedida por meio do decreto 4.450, de 25 de outubro de 2018, que regulamenta o sistema de estacionamento rotativo controlado pago nas vias, áreas e logradouros públicos da cidade, denominado Área Azul.

A partir de agora, os dirigentes da Apae vão analisar as empresas que prestam este tipo de serviço e escolher a que melhor atenda às necessidades do município. “Na próxima segunda-feira, vamos nos reunir e definir os critérios para que seja escolhido o melhor sistema para nossa cidade. Nós já sabemos o que deu errado nos modelos anteriores e isso também deverá ser levado em consideração”, afirma o presidente da Apae, Luciano Menezes, ao ressaltar que, além da contratação, a Apae ficará responsável também pela fiscalização da empresa, para que cumpra as normas previstas no decreto.

 

Transferência de responsabilidade

Ao entregar o termo à entidade, o prefeito Joares Ponticelli ressaltou que a participação da prefeitura no processo está encerrada. “Não estamos transferindo o problema, estamos transferindo a responsabilidade e, a partir de agora, não vamos mais interferir, pois acreditamos que com esse modelo a Apae terá a liberdade de contratar um parceiro com experiência, qualificado e disposto a investir na cidade. Estou convencido que desta forma vai funcionar e esperamos que os dirigentes da entidade analisem sistemas que efetivamente funcionem, que a escolha seja feita com sabedoria, para que toda nossa cidade seja favorecida”, analisa o prefeito