Área Restrita

Notícias do Site:

CLIC :---------->   Ofertas da Semana!      @ Ultimas Noticias     
00:00:00

Tubaronense é assassinado a tiro « voltar


Data: 04/12/2017
Local:


Alvo de um atentado em junho deste ano, em que foi alvejado junto ao sócio de um bar, em Capivari de Baixo, Juliano Tartari, de 31 anos, foi morto na tarde de sábado. O crime aconteceu em Laguna, no bairro Cabeçudas. Três homens são suspeitos de ter atirado e teriam fugido em um bote para a região de Perrixil.

De acordo com a polícia, Juliano, conhecido como Pipoca, foi assassinado a tiro nas proximidades da ponte Anita Garibaldi. O homem é natural de Tubarão. O crime ocorreu por volta das 17h, na frente da casa do sogro da vítima. Segundo a Polícia Militar, a vítima morreu no local, após ter sido atingida por tiro de pistola. 

Em 22 de junho, Pipoca e seu sócio haviam sido vítimas de tentativa de homicídio em Capivari de Baixo. O crime ocorreu na rua Machado de Assis, dentro da Choperia e Petiscos Boi Ralado, no Centro. Os dois donos do estabelecimento comercial na época foram atingidos por cerca de seis disparos, e cinco deles teriam atingido Pipoca.  

Até o fechamento desta edição, os três suspeitos de terem assassinado Pipoca não haviam sido localizados. A Polícia Civil utilizou, inclusive, o helicóptero durante as buscas, porém não obteve êxito.  A morte de Pipoca completa o 27º homicídio do ano na Amurel e o nono em Laguna. Tubarão tem sete mortes, seguido de Braço do Norte e Imbituba, com três; Jaguaruna, com duas; e Treze de Maio, Garopaba e Capivari de Baixo, com um assassinato cada.

DS